Autenticidade… O que seria isso? Bem, no caso desse texto, vamos falar da autenticidade que está ligada à quem somos, nossa personalidade. Como nos comportamos. E como eu acredito que ser autêntico está diretamente ligado à empoderamento, vamos falar disso também.

Há quase dois meses atrás eu fiz um atendimento com uma moça muito especial, que já me segue nas redes sociais há um tempo. No final da ligação ela comentou algo mais ou menos assim:

“Belle, você é autêntica. E essa sua autenticidade nas redes sociais desperta nos outros a vontade de querer ser autêntico também, não de ser igual à você.”

Parei e pensei. Repensei.
Num mundo cheio de padrões, de mídias sociais cheias de perfeições, ser autêntico pode parecer ousado.
Numa era onde somos influenciados por profissionais que ganham para nos fazer querer ser como eles, e ter o que eles têm, estamos moldando nossa personalidade, não de acordo com quem realmente somos, o que queremos e sentimos, mas de acordo com o que parece ser ‘cool‘ no momento.

Mas como quebrar essa corrente? Como ter autenticidade em tempos onde o “normal” é seguir esses padrões?
Pra todo lado que olhamos, vem Facebook e Instagram mostrando vidas perfeitas, corpos esculturais, o lifestyle que “dá inveja” em muita gente. Achar pessoas que te influenciem a realmente ser quem você é de verdade, a ser autêntica, a ser livre, não tá fácil.

Só que você tem sua personalidade, tá dentro de você. Deixe-a aflorar. Nós não somos iguais, e muito menos devemos ser. A maneira como você se veste, se comporta, seu gosto musical, seu prato preferido, tudo faz parte da sua identidade. Cada uma de nós tem sua beleza, seu charme. Tentar se encaixar nos padrões é sacrificar quem somos, e nesse caminho, nos perdemos. Nossa essência vai pro ralo.

O vídeo dessa semana contém uma mensagem recheada de cenas da cidade que não dorme, e que me faz sentir livre de uma maneira inexplicável. A cidade de Nova Iorque tem uma mágica que sussurra em seu ouvido: “vai, moça, se liberta. você pode ser quem quiser. o que quiser.” Pra mim, Nova Iorque é a cidade da autenticidade, mas não precisamos ousar ser quem somos só lá. Precisamos assumir essa liberdade que temo (porque temos mesmo!) em qualquer lugar.

Se tiver problemas para visualizar, clique aqui.

 

Queria terminar esse post dizendo o seguinte:
Empoderar-se é levantar a cabeça, erguer a espinha, e mostrar pro mundo o poder que mora dentro de você.
Para ser autêntica, empodere-se. Ouse ser você. Quebre as correntes do padrão, e não queira se encaixar.
Você não precisa. Ouse usar da sua autenticidade.

 

Se quiser saber mais como posso te ajudar na jornada da autenticidade, entra em contato!
A primeira ligação é sem compromisso, e garanto que você não vai se arrepender!

Se gostou do texto, ou do vídeo, ou dos dois, não deixe de compartilhar e deixar seu feedback! ?
Ah! E entrar para comunidade aqui, caso ainda não esteja participando!
Se você quiser saber mais sobre o Lifestyle Design (ou design de estilo de vida), clica aqui.

Bjo,
Belle

YouTube | Facebook | Instagram | Contato

Um comentário sobre “Autenticidade – Seja Você | Papo Empoderado”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *