A zona de conforto é um vício, e esse vício te impede de expandir, de crescer. Quando você se encontra na sua zona de conforto, como o próprio nome já diz, você está confortável, provavelmente não está tomando novas iniciativas, pois isso seria um risco o qual quem está na zona de conforto prefere passar.

A zona de conforto é na verdade uma série de atitudes (ou falta dela), onde o indivíduo prefere se sentir seguro, prefere ficar na sua rotina. Mas quem não arrisca geralmente não está tentando construir nada novo, consequentemente, não cresce, não evolui.

Se esse é o seu caso, e você tá feliz não andando nem pra trás nem pra frente, se tá feliz dentro da sua zona de conforto, tudo bem… Mas se você anda meio pra baixo, acha que poderia tá fazendo mais, aprendendo mais, se arriscando mais. Se tem sonhos que gostaria de realizar, mas a zona de conforto tá aí te prendendo, te amarrando, aqui vão algumas dicas.

  1. Se você quer crescer dentro da sua empresa
    Que tal buscar maneiras de se destacar? Talvez trazer ideias novas pra mesa, ou usar mais sua voz expressando suas opiniões (com críticas construtivas em relação ao trabalho desenvolvido, ok?). Se fazer notável, e talvez deixar suas intenções claras com a chefia. Eu entendo que dá um pouco de frio na barriga fazer isso, mas se você continua fazendo o que sempre faz, subentende-se que você tá ali pra ficar onde está. Se a realidade não é essa, mude de atitude!
  2. Se você quer mudar de carreira
    Mudar de carreira, profissão, ou começar um negócio envolve muita coisa. Desde a questão financeira às satisfações que “temos que dar”, e tudo isso faz com que você trema na base na hora de tomar sua decisão. Sua zona de conforto muitas vezes parece bem mais atraente, né verdade? Mas se você continua adiando essa mudança, cada vez mais o seu sonho vai ficando pra trás, e seu medo muitas vezes aumenta. Por isso, o ideal é ter um plano de ação.
    Saber o novo caminho que você quer traçar é importante, e você pode começar daí. Buscar inspiração de pessoas que mudaram de carreira, e tem bons conselhos pra oferecer, também vai ajudar. Trabalhar nas sua questão financeira, poupando alguns meses enquanto constrói sua estratégia de fuga da zona de conforto vai te dar mais segurança na hora de fazer a transição.
  3. Se você quer mudar o rumo que a vida tá te levando
    Se seu nível de satisfação com a vida anda meio baixo, é importante que você busque entender melhor o que que tá acontecendo, e a possível causa disso. Nós somos seres com necessidades e valores diferentes, e muitas vezes quando estamos “sentindo falta de algo na nossa vida”, é porque essas necessidades ou valores não estão sendo respeitados. O autoconhecimento te ajuda a identificar aonde e o quê você deve trabalhar, e qual zona de conforto que tá te afetando.
  4. Comece fazendo ou aprendendo algo novo
    Sair da zona de conforto às vezes é mais simples do que você possa imaginar. Começar uma nova atividade, tentar conhecer lugares novos na sua cidade, fazer um desafio de 30 dias, fazer algo novo. Parece simples, mas só isso aí já vai tá te tirando da sua zona de conforto, e te ajudando a desenvolver suas capacidades.

Nem todo mundo tem o crescimento contínuo como um valor, mas todos precisamos nos desenvolver, isso é fato. E permanecer na zona de conforto não nos ajuda a ter esse desenvolvimento, então se ajude e comece a desenvolver novas atitudes, de acordo com o que você acredita ser sua necessidade, ou pensando nos objetivos que você queira realizar.

Recebi uma inspiração extra de última hora pra esse post, um texto que diz algo sobre você ser lago, e ficar ali parado. O lago tem limites, sua água não encontra o oceano… O lago não sai do lugar. Você não quer ser lago, você quer ser rio. O rio flui, ele segue. Sem saber se vai encontrar o mar, mas segue. Você quer confiar que vai chegar no oceano, e assim seguir seu caminho acreditando que vai chegar lá. Então não seja lago, seja rio. (veio do insta @buddharma_, enviado por uma cliente minha)

Mês passado eu tive uma ideia que posso dizer, serve como ajuda mútua. Um dos meus valores morais mais fortes é o crescimento contínuo, e também o desafio. Há um tempo eu não ‘me aventuro’ a sair da minha zona de conforto. Por mais que eu esteja sim saindo dela todo dia, uma vez que eu me exponho bastante nas mídias sociais por conta do meu trabalho, eu preciso tá sempre arrumando desafios novos. Essa é uma necessidade minha… e preciso tá sentindo que estou crescendo continuamente, mas numa curva, não num platô.

Decidi criar uma série pra eu sair da zona de conforto, e inspirar pessoas como você saírem também.


Se tiver problemas de visualização, clique aqui.

Se você curtiu a ideia, eu peço que compartilhe e convide seus amigos e familiares pra acompanharem essa série com você. Vai ser 1 episódio por mês, mas tem vídeo lá no canal toda quarta, como sempre.

Nem tudo que eu postar vai servir pra você e pra sua zona de conforto, mas tenho certeza que vai ser legal me ver saindo da minha zona de conforto. Mesmo que você pense algo do tipo: “Não acredito que ela tem medo de fazer isso!”

E se arrisque a sair da sua zona de conforto também! Cresça que faz bem!

 

Clique aqui para baixar o e-book “Design de Estilo de Vida na Prática” gratuitamente.

Bjo,
Belle – @suavidadesenhada

YouTube | Facebook | Instagram | Contato | e-book | Grupo Facebook

Clica aqui pra se inscrever no mini-curso Dreamlist –
Transformando Sonhos em Metas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *